03

sexta-feira, 29 de abril de 2011

PERFIL


            Antônio Medeiros Dutra, nosso querido Toinho Dutra é um patrimônio imaterial de nossa cidade, mesmo não sendo pau-ferrense nato.
           Toinho é paraibano e lembra com detalhes o dia e a hora em que chegou a Pau dos Ferros - 20 de agosto de 1964 às 14h 30m.
            Antes de se destacar na fotografia e nas artes plásticas, trabalhou na gráfica do Padre Américo, na cigarreira do sr. Elias Capucho que ficava na Praça da Matriz e foi o 1º funcionário com carteira assinada do Armazém Paraíba em Pau dos Ferros.
            Começou a fotografar em 1971 e este ano completa 40 anos na profissão que lhe projetou em todo o estado. Percorreu todos os estágios da fotografia, começando no preto e branco, monóculo e hoje domina com perfeição a tecnologia digital, fazendo, ele mesmo, todo o processo. É um excelente companheiro para conversas animadas, e se o papo for política, saia da frente...
            Aqui a nossa homenagem a esse querido pau-ferrense de coração.

quarta-feira, 27 de abril de 2011

COVARDIA


      Há poucos dias o nosso amigo- artista  Alcivam foi covardemente agredido por um bando de desordeiros,próximo à loja de conveniência do Posto II Melo.  O agredido está com severas complicações cranianas na UTI, enquanto os agressores abriram na lenha. Até agora, mesmo toda a rua comentando a ocorrência, Nada foi feito. Ser pobre é realmente uma bomba.
                                             Vianney

NOVELA



     A nova novela das seis "Cordel encantado" é um show.Não é nenhuma novidade que as telenovelas globais são maravilhosas, mas essa veio para arrebentar a boca do balão. Com um excelente  time de atores, um roteiro de causar inveja e diálogos bem humorados não tenho dúvidas de um grande pique de audiência.Isso nos dá a certeza de que há uma ótima sintonia entre os autores Thelma Guedes e Duda Rachid.
     Dez para as queridas Zezé Polessa , Berta loram e Natalia Dill, estão simplesmente  perfeitas e um ZERO ENORME para o pálido Marcelo Novaes.Pense num ator sem recursos....
                                            vianney

RÁPIDAS

  1. .Quero parabenizar minha amiga Marizete Fernandes por ter assumido a chefia do SAME do Hospital Regional.Conte conosco chefinha!!!

  2. .NOVIDADE!! A esteticista Cleonice, leia-se Nicinha, acaba de chegar de São Paulo com muitas  novidades em  maquiagem para teatro, cílios postiços, perucas e artigos de caracterização para festa como chapéus, óculos engraçados, boás e muitos cosméticos de primeira qualidade. Para maiores informações ligue 3351-2530.

  3. .Amanhã é a festa de formatura da turma de administração 2011.1  da UNITINS. Nossa amiga Irlenizia é só sorrisos e expectativa. Estaremos  lá!

terça-feira, 26 de abril de 2011

VOCÊ LEMBRA ??????



.Em 1973, um personagem vivido por Tarcísio Meira na novela das oito deu a todos os homens licença para usar usar salto,graças ao modelo de sapato de motoqueiro que ficaria conhecido pelo nome da novela-CAVALO DE AÇO.

.Dos perfumes Pinho Silvestre, Gellati, Contourê, Man's club, Seiva de alfazema e leite de colônia em embalagem de vidro transparente?

.Da música "Aonde a vaca vai", executada pelo seu autor João da Praia??????
.Do vinho "sangue de boi", do refrigerante Crush, do Ki-suco e Ki-refresco????
.Das figurinhas auto-colantes "Amar é...??


SE COM OS PADRES ACONTECE, IMAGINE CONOSCO....


       Na revista VEJA, edição 2213, as páginas amarelas foram dedicadas ao padre Marcelo Rossi. Afastado da mídia há algum tempo, o padre-cantor falou entre outras coisas sobre depressão, padres sem batina, e o mais interessante, boicote dentro da igreja, isso mesmo. Segundo ele, na vinda de Bento XVI ao brasil em 2007,integrantes da arquidiocese de São Paulo o impediram de cantar e até mesmo de se aproximar do papa. Nas palavras dele por pura dor-de-cotovelo e isso o levou a uma "tristeza profunda".Isso prova que o mal pode estar em qualquer parte, até na cúpula da igreja.
                                     Cruz-credo, pé de pato, mangalô.......

SEMANA SANTA ????


       Conversando com alguns tios mais velhos, conclui o quanto mudaram os hábitos durante a semana santa. Antigamente os sacrifícios começavam logo na "Quarta-feira de trevas" quando nem banho se tomava. Cafés, chás e sucos eram tomados sem adoçar, as imagens sacras eram cobertas com tecidos escuros e NADA DE SEXO, principalmente na sexta-feira da paixão. E não faz tanto tempo assim...
       O que pude observar é que até os rituais da  igreja católica foram pouco prestigiados, dado o baixo número de fiéis nas missas e procissões. Também.... chega de uma igreja que só condena, parou no tempo e perdeu há muito o controle sob seu rebanho. Será que estou pecando???AH....
     PS: E o livro de tombo da matriz de N.S.da conceição já apareceu??? Mistério....

DE VOLTA!!!

      Olá queridos leitores. Após o período de uma semana sem atualizar o blog, estou no batente novamente. A ausência se deu devido a um acidente de moto do qual fui vítima durante a semana santa (castigo???) e que me rendeu vários pontos no queixo e algumas doídas e extensas escoriações. Masss....como aquele paliteiro "João teimoso", estou de pé. VIVA!
                                                              Vianney

segunda-feira, 18 de abril de 2011

II FESTIVAL DE MÚSICA BREGA

HOMOFOBIA


                A homofobia é um termo utilizado para identificar o ódio, a aversão ou discriminação de uma pessoa contra homossexuais e, consequentemente, contra a homossexualidade, e que pode incluir formas sutis, silenciosas e insidiosas de preconceito e discriminação contra homossexuais.
                 Alguns estudiosos atribuem a origem da homofobia às mesmas motivações que fundamentam o racismo e qualquer outro preconceito. Já transita no congresso projetos para punir os homofóbicos e já está bem na hora. Esse final de semana assisti no "Domingo Espetacular" o caso de assassinato de uma garota lésbica pelo pai da companheira e fiquei chocado.
                 Aqui em Pau dos Ferros, apesar de estarmos no interior do Nordeste, as pessoas não são tão homofóbicas, mas os poucos que existem valem por mil. Eu já fui vitima diversas vezes de pessoas assim, mas sempre reagi com a força necessária e à altura do agressor.
                 Já presenciei e vivi muitas situações embaraçosas envolvendo homofóbicos, inclusive há uma "médica" na cidade que deixa bem claro seu despeito com os homossexuais, as leis futuras vão se encaixar bem direitinho "no espinhaço dela".
                  Vivam e deixem os outros viverem!!

Israel Vianney

FINALMENTE!


                Foi nomeada a nova Diretora da Casa de Cultura "Joaquim Correia", é a Jornalista Mônica Cristina R. Leandro. A mesma enfrentará obstáculos para reerguer aquela instituição, mas estamos alegres e disponíveis a ajudá-la no que for possível. O primeiro passo é tentar reaver o acervo que lá existia, se isso acontecer já é um bom indício e depois tentar montar uma programação que faça jus aos talentos da redondeza.

Sorte!!!

Israel Vianney

sexta-feira, 15 de abril de 2011

ELE MERECE !!!!

   
                 Meu querido amigo Cláudio Couto, mossoroense, está de idade nova (?) e um fato tão importante assim não poderia deixar passar em branco. Francisco Saraiva (leia-se Procajú) está preparando um festaço para o mesmo na mansão de Glaucio Freitas. Farei o possível para estar presente, pois o borogodó promete.

DOMINGO DE RAMOS II


               Já comentei em artigo anterior sobre os rituais do domingo de ramos, hoje vamos voltar um pouquinho no tempo e lembrar de como nos comportávamos nesse dia.
               Alguns dias antes da celebração era comum encomendar palmas de carnaúba para fazer uma espécie de "arranjo". A imaginação e a habilidade eram capazes de criar mil coisas, desde tranças, arabescos até miniaturas de casas, igrejas, etc. Depois de benzidos, os ramos eram colocados para secar e eram usados para fazer chá (tú acha??), queimar durante tempestade, rezar em algumas enfermidades e todo tipo de utilidade que a fé pudesse criar. Quem não conseguia as palmas de carnaúba, levava maços feitos com folhas de laranjeiras, capim santo, erva cidreira...
               Isso ainda predomina???

OS DEMÔNIOS QUE NOS RODEIAM


   O Demônio assume as mais diversas formas com o intuito de estar perto de ´nós, procurando uma brechinha para se infiltrar em nossas vidas. Ele pode ser um pai violento, um mal vizinho, uma mãe desnaturada, um chefe psicopata e por aí vai. Tenho "convivido"(uma forma civilizada de falar) com um desses "espíritos obsessores" em um  dos meus locais de trabalho(trabalho em dois lugares). Gostaria muito de encontrar um poderoso livro de  exorcismo para mandar essa "sanguessuga da paciência alheia" de volta ao inferno.
                       XÔ SATANÁS!!!!!!!

quarta-feira, 13 de abril de 2011

OS ANJOS PORNOGRÁFICOS: CASSANDRA E ADELAIDE


                No país dos machões, na era dos generais, as campeãs de vendagem de livros eram duas mulheres: Cassandra Rios e Adelaide Carraro.
                Cassandra, nascida Odete Rios Perez Gonzalez Hernanes Arellano, numa familia espanhola de São Paulo, escrevia sobre lesbianismo, paixões proibidas, romances tórridos: Volúpia do pecado, Nicoleta ninfeta, Carne em delirio, A Piranha sagrada, entre dezenas de títulos. Mesmo com as mutilações da censura, vendia 300 mil cópias de seus livros, vivia exclusivamente de direitos autorais e tinha uma cachorrinhas chamada Betânia (Consta que Maria Bethânia era uma de suas maiores fãs).
                Sua principal rival era Adelaide Carraro, que, em 1974, se orgulhava de suas 18 passagens por delegacias diversas e das vendas astronômicas de seus livros - Eu e o governador (que contava seu caso com Jânio Quadros), Submundo da sociedade e O travesti, entre dúzias de outros.

"Até bofetada de delegado, na cara levei. O que mais temiam? Já não estava eu proibida? (...) Verdade que, na época, assim diziam, só eu vendia! O público consumidor via, só nas páginas dos meus livros, gente com as quais hoje cruzam nas ruas, livres, sem ter que disfarçar e pagar pelo que nasceram."

terça-feira, 12 de abril de 2011

DOMINGO DE RAMOS


         O Domingo de Ramos é a festa litúrgica que celebra a entrada de Jesus Cristo na cidade de Jerusalém. É também a abertura da Semana Santa. Nesse dia, são comuns procissões em que os fiéis levam consigo ramos de oliveira ou palmeira, o que originou o nome da celebração. Segundo os Evangelhos, Jesus foi para Jerusalém para celebrar a Páscoa Judaica com os(discípulos). Entrou na cidade como um Rei, mas sentado num jumentinho - o simbolo da humildade - e foi aclamado pela população como o Messias, o Rei de Israel. A multidão o aclamava: "Hosana ao Filho de Davi!" Isto aconteceu alguns dias antes da sua Paixão, Morte e Ressurreição. A Páscoa Cristã celebra então a Ressurreição de Jesus Cristo.

História


           A procissão do Domingo de Ramos surgiu depois que um grupo de cristãos da Etéria fez uma peregrinação a Jerusalém e, ao retornar, procedeu na sua região da mesma forma que havia feito nos lugares santos, lembrando os momentos da Semana Santa. O costume passou a ser utilizado gradualmente por outras igrejas e, ao final da Idade Média, foi incorporado aos ritos da Semana Santa....

O Rito

           A celebração do Domingo de Ramos começa em uma capela ou igreja afastada de onde será rezada a Missa. Os ramos que os fiéis levam consigo são abençoados pelo sacerdote. Então, este proclama o Evangelho da entrada de Jesus em Jerusalém, e inicia-se a procissão com algumas orações próprias da festa, rumo à igreja principal ou matriz.

      Em algumas cidades históricas como: Ouro Preto, Pirenópolis, Resende Costa e São João Del Rei, esta procissão é acompanhada de Banda de Música.

Durante a procissão, os fiéis entoam a antífona:

"Hosana ao Filho de Davi!
Hosana ao Filho de Davi!
Bendito o que vem em nome do Senhor!
Rei de Israel, Hosana nas alturas!"

          Ao chegar onde será celebrada a missa solene, a festa muda de caráter, passando a celebrar a Paixão de Cristo. É narrado o Evangelho da Paixão, e segue a Liturgia Eucarística como de costume.


           O sentido da festa do Domingo de Ramos tratar tanto da entrada triunfal de Cristo em Jerusalém, e depois recordar sua Paixão, é que essas duas datas estão intrinsicamente unidas. A Igreja recorda que o mesmo Cristo que foi aclamado como Rei pela multidão no Domingo, é cruficidado sob o pedido da mesma multidão na Sexta. Assim, o Domingo de Ramos é um resumo dos acontecimentos da Semana Santa, e também sua solene abertura.

ALUNOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA UERN PRODUZIRAM DOCUMENTÁRIO SOBRE A VIDA DO CANGACEIRO ROMÂNTICO JESUÍNO BRILHANTE


Alunos de Comunicação Social produzem documentário acerca de um dos mais importantes representantes do cangaço, Jesuíno Brilhante


Um cangaceiro diferente.

Diferente também quando relacionado à cultura popular e à literatura de cordel. Encarado como um Robin Hood do sertão, Jesuíno Brilhante ganha um documentário sobre sua história.

De acordo com Stênio Urbano, ex-aluno do curso de Comunicação Social da Uern, a ideia se deu através de uma disciplina, Agência Experimental. "Em relação às etapas de escolha da temática, sugeri ao meu grupo para que fizéssemos sobre o cangaço, mais especificamente Jesuíno Brilhante, conhecido como o cangaceiro romântico", diz.

Inicialmente o grupo encontrou em contato com a prefeitura do município de Patu (um dos muitos lugares porque passou o cangaceiro). "A Secretaria de Turismo e de Educação daquele município nos auxiliou nas etapas em que conhecemos os entrevistados. Fizemos uma triagem de quem poderia participar do doc. Realizamos cinco visitas a cidade de Patu, conhecendo os locais onde Jesuíno morou, a casa de pedra, o sítio, personagens e familiares dos Limões, família rival a dos Brilhantes", comenta. "Para a fonte de nossas pesquisas foi de fundamental importância a narração de Kydelmir Dantas, grande estudioso do cangaço brasileiro e de Estanislau, que me foge agora seu sobrenome, mas que é da família dos Limões e reside em Mossoró", frisa.


"Jesuíno nascera e morrera no Império: 1839 e 1888. À época o sertão era esquecido pelas autoridades nacionais, havia muito apadrinhamento, coronelismo, o Nordeste era uma parte esquecida do Brasil. Jesuíno era de família tradicional, os Brilhantes. Era uma família abastarda e era muito invejada por não depender da classe política local. Há algumas versões para a entrada de Jesuíno no cangaço, uma delas é uma história de uma cabra de foi roubada de sua propriedade, pelos negros Limões. Um irmão de Jesuíno teria ido tomar satisfação do roubo dessa cabra e teria levado uma surra de um tal Preto Limão, daí nasce a intriga entre Brilhantes e Limões. Jesuíno, ao saber que o irmão havia apanhado desse Preto, teria o matado e, assim, começado a matança entre as famílias, muita típica à época pelo sertão nordestino. O perfil de Jesuíno era de um 'homem bom', segundo se conta. Ele não aceitava desordem. Raimundo Nonato conta que esse 'romântico' no nome de Jesuíno veio porque ele obrigava os 'sinhorzinhos' que mexiam com as moças a se cassarem à força com elas. A história de Jesuíno se destaca pelo fato de ter lutado contra as forças políticas locais e nacionais, sem nunca ter perdido uma, até uma emboscada no Riacho dos Porcos, na Paraíba", esclarece Stênio.


JESUÍNO E LAMPIÃO - Segundo Stênio, as histórias de Lampião e Jesuíno diferem muito. "Lampião fora um ultraje, era amigo de fazendeiros, de 'coronéis'. Lampião saqueava, roubava para o seu bel-prazer. Jesuíno, não. Era de uma família tradicional, entrou no cangaço por questões de briga entre famílias e por perseguição política. Jesuíno era, sim, o Hobbin Hood do sertão. São conhecidas as histórias em que ele saqueava os comboios do governo para distribuir com os maios pobres do sertão. Sabe-se que naquele tempo havia muito apadrinhamento político, e esses comboios que vinham para serem distribuídos para os mais necessitados ficavam nas mãos dos menos necessitados, e Jesuíno não aceitava isso e passou a atacar e roubar o governo. O cangaço de Lampião foi diferente do de Jesuíno porque aquele viajava o Nordeste fazendo desmandos pelo sertão afora, Jesuíno ficou no Rio Grande do Norte e, parcamente, ia à Paraíba, onde morreu numa emboscada", diz. Para ele, o cangaço é um fenômeno tipicamente do sertão nordestino. Fez parte da história do povo, das nossas raízes. "A partir do momento que nos dispomos a resgatar a história de Jesuíno, estamos buscando compreender a realidade de um tempo. Muita gente não sabe, mas Jesuíno Brilhante foi o único cangaceiro do Rio Grande do Norte", comenta.


Documentário teve como base o livro de Raimundo Nonato da Silva


Jesuíno Brilhante não foi apenas um cangaceiro, para alguns, diferente. Tornou-se um ser lendário, tanto na literatura dita "popular", quanto nos debates acerca do cangaço. Entre os trabalhos pesquisados pelos alunos para produzirem o curta, está o livro de Raimundo Nonato, Jesuíno Brilhante, o Cangaceiro Romântico, republicado pela Coleção Mossoroense, através do projeto Rota Batida. "O livro foi de fundamental importância para o embasamento histórico da nossa pesquisa. Eu já havia trabalhado nessa obra como revisor, para a Coleção Mossoroense, e me encantei com a história de Jesuíno. Segundo Raimundo Nonato, a história desse cangaceiro diferiu das outras histórias do cangaço no sertão. Grande parte do livro é baseada em documentos da época, conta os feitos de Jesuíno aqui e na Paraíba. Uma das grandes passagens do livro é do assalto que Jesuíno fez à cadeia de Pombal, tomando de assalto armas e soltando seu irmão, que estava preso. Há muitas superstições em torno de Jesuíno. Procuramos, no documentário, fugir da máxima do cangaceiro romântico, e encará-lo como um herói ou bandido. O documentário gira em torno dessa questão. Muitos entrevistados acham que ele foi um herói do sertão, enquanto outros o consideram um facínora, que matava a sangue frio", explica.


CURTA AINDA É INÉDITO - O curta ficou pronto no primeiro período de 2010. Até agora o documentário não foi exibido em nenhum projeto, mas o grupo pretende voltar à cidade de Patu para que ele seja exibido aos munícipes. "Acreditamos que ele faz parte da história daquela cidade. Atualmente, o que se tem produzido na cidade de Mossoró tem sido grande, apesar do pouco incentivo. Mas isso tem melhorado bastante. Vide o projeto Curta Mossoró, coordenado pelas professoras do curso de Comunicação Social, Ana Lúcia Gomes e Edileusa Martins", fala. Sobre a possibilidade de exibição de exibição em TV aberta ou de assinatura, Stênio salienta que ainda não houve contatos, mas está - junto com o grupo - disposto a exibi-lo. "Afinal, não faria sentido produzir um documentário de grande importância histórica e deixá-lo mofando numa gaveta", frisa, agradecendo a todos os que colaboraram com o curta.


Fonte e Foto: Jornal Gazeta do Oeste - Caderno Expressão

FESTA DOS DESTAQUES


APRESENTAM:


F E S T A  D O S  D E S T A Q U E S -  11ª  E D I Ç Ã O

                               R E L E A S E – I

Caro (a) colega/amigo/a Colunista/Jornalista,

                                   Estamos desta vez cuidando da organização de mais uma edição da tradicional FESTA DOS DESTAQUES – Profissionais do ano – da cidade de Pau dos Ferros, destacando 26 categorias através de pesquisa que está sendo aplicada até dia 15 próximo, com os diversos segmentos sociais. O resultado se dará por ocasião do Dia Mundial do Trabalho – 1º de maio próximo, pois nosso objetivo maior é a valorização do trabalho para engrandecimento do profissional frente o desenvolvimento social-econômico de nossa cidade.

A FESTA DOS DESTAQUES será no Kandice Buffet, dia 28 de maio, com animação da Banda MP3 e outra atração musical que divulgaremos posteriormente.

Organização: Colunista LISBOA BATISTA - Apoio: Jornal de FATO.

                      Oportunamente daremos conhecimento de mais detalhes do evento social maior de Pau dos Ferros e região. Expressamos aqui nosso agradecimento antecipado pela sua destacada atenção ao colunista.

                      Com as nossas saudações jornalísticas,

                                                                     Lisboa Batista
                                                                    9972-2473/911-2473





segunda-feira, 11 de abril de 2011

ANTA APAVORANTE


                Nova Cruz é um município localizado no agreste do Rio Grande do Norte. Seu nome tem origem em uma sequência de fatos estranhos ocorridos há cerca de duzentos anos. Quando ainda era um povoado, chamava-se Urtigal, por causa da presença de urtiga. Conta-se que uma anta com um espírito maligno começou a assustar a população local. Para quebrar a maldição, um caçador resolveu esfolar o bicho ainda vivo. Mas não teve muito sucesso: o animal conseguiu escapar, mesmo sem a pele, e voltar para a mata. A partir de então, passou a assombrar ainda mais os moradores, até que um missionário, no início do século XIX, conseguiu finalmente anular os malefícios da anta diabólica: fincou uma cruz no ponto mais alto daquelas paragens. A ação surtiu efeito, e em 1852, em reconhecimento ao feito, uma lei provincial deu ao lugar o nome de Nova Cruz. Amém!

sexta-feira, 8 de abril de 2011

CONVITE


 
            A Prefeitura Municipal de Pau dos Ferros através da coordenação de cultura convida todos os araiás do município para uma reunião que acontecerá dia 13/04 às 9hs no auditório da SEMECE. Na ocasião trataremos de assuntos relacionados ao Festival de Quadrilhas Juninas 2011.
         Sua presença é de muita importância para nós.



 Israel Vianney Fernandes
Coordenador de Cultura

FESTA DOS DESTAQUES 2011


                O Colunista Social Lisboa Batista já está a mil por hora nos preparativos para a Festa dos Destaques 2011.
                A pesquisa já está espalhada por toda cidade e contempla vários profissionais, inclusive os policiais, o que é uma grande novidade.
                Aguardem!

FESTA DE SANTO EXPEDITO






Para visualizar melhor CLIQUE na imagem.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

ESTÉTICA CORPORAL

   
    De volta à nossa cidade  a querida Rosa Souza,  mais conhecida como Rosa do teatro, só que dessa vez como empresária no ramo de massoterapia(massagens). Rosa estará oferecendo diversos tipos de massagens e banhos relaxantes, afrodisíacos, drenagem linfática, drenagem modeladora, entre outros serviços. Tudo isso no salão "Val cabeleileiros". Além de relaxar, você poderá dar boas risadas, afinal, onde rosa está já se sabe......

FESTA A FANTASIA

               Fantástico, o baile à fantasia promovido pela turma concluinte de Pedagogia 2010.2  do Campus Avançado Prof.ª Maria Eliza de Albuquerque Maia de Pau dos Ferros trazia como tema "Educadores da alegria". Nossa colega de trabalho Janiéle Aquino era uma das formandas. Confiram as fotos:








ATENÇÃO PAIS

                Agora em Pau dos Ferros temos a Revista "Nosso Amiguinho" direcionada ao público infantil, principalmente na faixa etária de 04 a 09 anos. É interessante também para professores e supervisores de educação infantil.
                Para fazer a assinatura, contacte o nosso amigo Paulo pelos telefones: 9144-5516 e 9932-2806, ele lhe atenderá a domicilio.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

A HISTÓRIA AGRADECE

 Capela de São Benedito

           Na busca de dados para um livro sobre a história de Pau dos Ferros, eu e a professora Olívia Neta do IFRN, fomos levados pelo sr. Olímpio Guedes do Rêgo à residência  do sr. José Gameleira do Rêgo e da sra. Umbilina Gameleira do Rêgo. Ele nascido a 04/07/1920 e ela  em 22/04/1922, super lúcidos.
        Abordamos os mais diversos assuntos, o que nos rendeu mais de duas horas de gravação em áudio. Descobri entre outras coisas que o  primeiro rádio a chegar em Pau dos Ferros foi do sr. João Tomaz de Aquino e que as primeiras bicicletas em 1932 eram alugadas a empresários forasteiros que aqui vinham de vez em quando. O primeiro automóvel pertencia ao sr. Alvaro de Andrade, farmacêutico, homem de posses. Segundo D. Umbilina, o tal automóvel se assemelhava a um carro funerário e causou assombro em muita gente.
       Em meados de 1935, partidários da Aliança Liberal (ala radical) procedentes de Luiz gomes, invadiram Pau dos Ferros, chefiados por Baltazar Meirelles. Tinham como objetivo destituir o então governador Rafael Fernandes e implantar um novo governo ao seu modo. o terror se  instalou em nossa cidade, e na casa dos pais de nossos entrevistados, que ficava nos arredores da cidade, algumas famílias conseguiram se esconder.Eles nos falaram com muita clareza sobre este episódio e eu boquiaberto com a riqueza de detalhes. Ainda falamos de  festas, celebrações religiosas, Escola Joaquim Correia  e até de botijas, acreditem. Vou ser breve, e assim criar expectativas para o nosso livro. Bye Bye!
                                          
   Vianney

VOLTEI À INFÂNCIA.

      Ontem, eu e o cinegrafista Humberto Camboim, passamos a manhã inteira no Patronato Alfredo Fernandes finalizando um documentário sobre a irmã Geralda que breve fará  80 anos.
       Foi como se eu tivesse entrado numa máquina do tempo. Me senti como nos tempos do catecismo(sim eu fiz o catecismo...). Aquelas salas semi-fechadas cheirando a jasmim, as fotos antigas nas paredes, até os sofás da recepção estão no mesmo lugar.Entrei em salas que só quando criança e por curiosidade me esgueirava, longe dos olhos de todos. As mesmas imagens sacras, as mesmas roseiras, a calma do ambiente... E no cantinho da garagem o piano que outrora foi muito usado pela irmã Ana Maria. FOI MARAVILHOSO!!!!!!
      E por sinal, a imagem de N. Sra de Lourdes que fica na gruta do patronato está muito deteriorada. Alguém aí se habilita a restaurá-la??????????
                  
Vianney


segunda-feira, 4 de abril de 2011

FILHOS DE PAU-FERRENSE GANHAM CAMPEONATO DE VALE-TUDO, NOS E.U.A


              Os lutadores potiguares Patrick e Patricio Freire, filhos do Pau-ferrense Lucílio Freire (Maninho),estão participando do Bellator, campeonato de vale-tudo nos E.U.A com excelentes resultados.Os mesmos ja receberam alguns prêmios em dólares e caminham para a reta final do campeonato. Estamos na torcida!

PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE. O HOSPITAL E A RIGIDEZ.


      A maioria das pessoas me conhece mais pelos eventos ligados à arte e à cultura do que  por outras atividades que também exerço. Há 21 anos sou funcionário público estadual lotado no Hospital Regional Cleodom Carlos de Andrade. Quando lá comecei, o prédio nem havia sido inaugurado. Passei por todas as administrações e nesse meio tempo vi "chefes" de todos os tipos: Ditadores, irresponsáveis, Competentes, Dedicados, Inexperientes, Simpáticos... Enfim, coisas de sete cabeças. Alguns ainda vivos em nossa memória, outros esquecidos pelo rastro de estupidez e intolerância que ali deixaram.
       Recentemente fui punido por que faltei a um plantão, mesmo tendo motivo justo e tendo avisado à minha "chefe" imediata. A atual "Suprema corte" formada pelas enfermeiras Fátima Filha e Marcia Holanda deveriam  olhar com a mesma rigidez para os MÉDICOS FALTOSOS (INCLUSIVE PEDIATRAS), COM OS QUE SE AUSENTAM PARA IR OPERAR EM OUTRAS UNIDADES, COM O TEMPO DE ESPERA DOS PACIENTES NO PRONTO-SOCORRO,COM A FALTA DE MEDICAMENTOS BÁSICOS, COM O ENXAME DE ACOMPANHANTES SUMARIAMENTE VESTIDAS QUE INFESTAM O LUGAR, ENTRE  OUTRAS COISITAS MAIS. Não discordo  da punição a mim dirigida, só gostaria que  as normas valessem para todos e nem sempre é assim.
      Masssss..... Como diz  Betty Gofmam na minissérie JK:"Deixe estar jacaré, Sua lagoa há de secar"

Israel Vianney